A imprensa, Boris Casoy, os garis e a merda (que não é a do Lula)

Que causa náuseas assistir aos telejornais da TV – aberta ou fechada, tanto faz -, todos já sabíamos. Mas, técnica e propaganda, aliada às dificuldades de acesso a informações mais consistentes, fazem com que parcela sugnificativa do pública brasileiro ainda se des-informe através da televisão. “Deu no Jornal Nacional” é, para alguns, ainda uma comprovação de que é verdadeiro… William Bonner e Cia ainda pretendem ditar o que é verdade e o que não é…
Antes no SBT e agora na Band, outro personagem veio colocou-se como pretendente a desafiar os dogmas globais. Trata-se de Boris Casoy. Aquele seu ar de elefante doméstico a serviço do dono do circo nunca enganou ninguém. Ganha uma montanha de dinheiro para ler letrinhas em movimento e vomitar clichês. Ficou famoso por seu bordão, “isto é uma vergonha”, em que chamava de vergonha o que todo mundo sabia que era uma vergonha, mas passava por cima de outras vergonhas mais delicadas.
Na virada do ano, Boris virou o fio e mostrou sua carona. No “Jornal da Band”, pensando que não estava no ar, comentou uma reportagem em que garis desejavam um feliz 2010 aos brasileiros. Casoy saiu-se com esta:
“Que merda, dois lixeiros desejando felicidades… Do alto das suas vassouras… Dois lixeiros… O mais baixo da escala do trabalho”. Uau! É o efeito Ricúpero. Falou, escapou.
É um pequeno lance do que os apresentadores e o PIG (Partido da Imprensa Golpista, como gosta de dizer Paulo Henrique Amorim) pensa e trata os seus telespectadores, entre os quais, os garis.
Veja no link abaixo o fato.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s