Pastores detidos por tráfico de armas

Os três iriam transportar sete fuzis do Mato Grosso do Sul para Niterói

Rio – Três pastores da Igreja Mundial foram presos ontem em Miranda (MS) por policiais rodoviários federais. Dois deles estavam com sete fuzis desmontados sob o banco traseiro e escondidos nas laterais das portas de um Vectra. As armas — de fabricação americana, avaliadas em R$ 25 mil cada uma — iriam ser entregues a traficantes do Morro do Martins, em Niterói.

Ao serem abordados pelos policiais, os pastores Sebastião Braz Neto, 42 anos, e Francisco de Moura, 31, chegaram a dizer que foram a Corumbá, fronteira com a Bolívia, para fazer uma pregação aos fiéis. Mas os patrulheiros desconfiaram porque o trio aparentou nervosismo. Depois de uma vistoria no carro, os agentes encontraram as armas acondicionadas e envolvidas por plásticos. Em seguida, o policiais foram a Campo Grande, onde prenderam o pastor Felipe Jorge Fretas, 36. Juntos, eles viriam ao Rio para fazer a entrega das armas. Os três foram autuados por tráfico internacional de armas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s