Lula diz que vai para as ruas em 2013

Lula durante seu discurso. Foto: Paulo de Souza/SMABC
Durante quase 50 minutos, a plateia formada por trabalhadores, sindicalistas, políticos, militantes dos movimentos social e estudantil, ficou em absoluto silêncio para ouvir o discurso do ex-presidente Lula, convidado de honra do evento de posse do novo presidente do Sindicato Rafael Marques.
Em sua fala, Lula recomendou aos trabalhadores que não aceitem as provocações dos opositores contra o legado de seu governo e afirmou que voltará a andar pelo Brasil no ano que vem.
“Para alegria de muitos e tristeza de alguns vou voltar a andar pelo Brasil, pois ainda acho que tem muita coisa a se fazer por esse País, tem muito candidato nas prefeituras e nos Estados para serem eleitos”, disse. E prosseguiu.
“O que mais machuca os adversários é o meu sucesso. Como eles podem suportar que um metalúrgico, quase analfabeto, saia do chão de fábrica e faça o que eles nunca fizeram quando governaram”, disse Lula, arrancando aplausos dos espectadores, que gritaram em côro: “O Lula é meu amigo, mexeu com ele, mexeu comigo”.

Rafael Marques, Lula e Sérgio Nobre. Foto: Paulo de Souza/SMABC
Evolução
O ex-presidente da República contou histórias de seu período à frente da presidência do Sindicato, nas décadas de 1970 e 1980, destacando o amadurecimento da categoria até os dias de hoje.
“Aqui, se não tiver votos no chão de fábrica, não se elege. O processo eleitoral dos Metalúrgicos do ABC é uma prova de democracia para toda a classe trabalhadora”, enfatizou. Em seguida, Lula parabenizou Rafael Marques pelo novo cargo.
“Fico feliz de ver o Rafael assumir a presidência do Sindicato pois ele é fruto dessa evolução da Categoria”, afirmou.
Transição
Rafael a assumiu a função neste mês, por conta das responsabilidades assumidas pelo antecessor Sérgio Nobre, que em julho foi eleito secretário-geral da CUT.
Em sua fala, o novo presidente do Sindicato destacou a luta histórica dos Metalúrgicos do ABC em promover a democracia no País. “Democracia não é só a eleição, mas é a organização no local de trabalho, é a pluralidade nos meios de comunicação. Nós temos que ter gente que divulgue a história e a conquista dos trabalhadores, que foi feita através de muita luta”, disse o novo presidente do Sindicato.
Sérgio Nobre, seu antecessor, agradeceu à toda militância e aos trabalhadores do Sindicato que estiveram junto com ele durante o período do seu mandato.
“Agora vou cumprir outra etapa da minha vida, outro desafio que é a Secretaria Geral da CUT e esse tempo todo aqui no Sindicato me preparou para isso”, declarou.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s