Trindade

A Igreja celebra neste final de semana a Festa da Santíssima Trindade. Dizer Trindade, é dizer o nome de Deus. E, como é impossível dizer quem Deus é, a linguagem da Trindade tenta dizer aquilo que é inefável, o próprio ser de Deus. Quando não conseguimos definir algo, tentamos nos aproximar do sentido que ele tem para nós através da linguagem simbólica. É nesse nível que a Igreja sempre usou da expressão Deus é Trindade. Mais do que uma expressão conceitual, lógica, que tenta definir o que é Deus, dizer Deus é Trindade se situa no nível da linguagem analógica, aproximativa e mistagógica. É um modo de nos aproximar dAquele que é o sentido último de nossa existência e, ao mesmo tempo, interpelação ao nosso modo de ser.
Dizer que Deus é Trindade é afirmar que ele é Pai, que está no origem e acima de todas as coisas e que nos criou no seu amor e por nós vela quotidianamente com amor de Mãe. Dizer que é Filho, é senti-lo junto a nós caminhando nos senderos da vida em busca e na construção da libertação de toda a dor e todo o sofrimento que homens, mulheres e toda a criação sofrem fruto da injustiça. Dizer que Deus é Espírito, é senti-lo dentro de nós e de todas as criaturas mantendo-nos em vida e impelindo-nos em direção a Si mesmo.
Dizer que Trindade é um só Deus, é dizer que Ele é amor e que na pluralidade de seu ser em eterna relação de doação e acolhida mútua se constrói a unidade entre diferentes. E que isso é o Amor de Deus que nos chama ao Seu Amor.
Boa festa da Santíssima Trindade a cada um e cada uma e a todos e todas conjuntamente!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s