Ironias da História: Fundador do Wikileaks pede asilo político ao Equador

Julian Assange, fundador do Wikileaks | Foto: Reuters Nas décadas de 70 e 80, era comum que ativistas políticos latinoamericanos pedissem asilo em embaixadas de países europeus no continente e que, depois de longas negociações, encontrassem refúgio nas democracias do norte da Europa, no Canadá, no México ou em Cuba.
No início do Terceiro Milênio, o caminho começa a se redesenhar com a inversão da via: europeus buscando asilo em embaixadas latinoamericanas! Quem diria…
Veja abaixo a reportagem da  BBCBrasil sobre o caso Assange:

BBC Brasil – Notícias – Fundador do Wikileaks pede asilo político ao Equador

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s