Trindade: experiência desintegrada

Toda vivência religiosa se fundamenta numa experiência de Deus. Dependendo de como experimentamos Deus, diferente vai ser nossa religião. Para o cristianismo, Deus se apresenta como a Trindade de Deus-pai, Deus-filho e Deus-espírito. É uma compreensão de Deus que não se identifica nem com o monoteísmo estritia (um só e uno Deus) nem com o politeísmo (muitos deuses). Na Trindade, a unidade de Deus (um só Deus) convive com a pluralidade na única realidade divina dada pelo fato de Deus, em si mesmo e na sua presença junto a nós e no mundo, ser pluriforme.
Na história do cristianismo, nem sempre foi fácil elaborar um discurso teológico que desse conta dessa realidade complexa de Deus. Muito menos fácil foi viver de acordo a essa realiade. Uma compreensão equivocada da realidade divina pode levar a formas desintegradas de vivência cristã. É o que nos chama atenção o texto de Leonardo Boff que apresentamos no anexo que segue.

boffexperienciadesintegradadatrindade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s