Arquivo da categoria: TRINDADE

Características de uma vida trinitária – Cambóm

A Trindade não é apenas uma verdade dogmática. É uma verdade que, para ao cristão, é paradigma de vida. Somos chamados a viver trinitariamente. O que isso significa:Nos anexos aimageDBHbaixo, dois textos de E. Cambon que tentam pensar o que seria um estilo de vida trinitário:

Categorias para pensar trinitariamente: cambon01

Características de uma vida trinitária: cambon02

Uma leitura feminista da teologia trinitária

A teologia feminisimageDBHta tem como objetivo fazer uma leitura de gênero de toda a fé cristã, ou seja, repensar a fé cristã a partir da experiência das mulheres. É uma leitura que tem um momento deconstrutivo que visa tornar explícitos os condicionamentos de gênero (machismo reconhecido ou mascarado) que marcaram e continuam marcando as diversas teologias cristãs. Junto com isso faz-se necessário um segundo momento: redizer a fé a partir da experiência das mulheres sem negar a possibilidade de outras leituras e, mais do que isso, colocando-se em diálogo com elas.Elizabeth Johnson é uma teóloga norte-americana que tem se dedicado à elaboração de uma teologia feminista. No texto que abaixo disponibilizamos, é apresentada, de forma sintética, sua reflexão sobre uma teologia trinitária feminista. Na relação bibliográfica final encontram-se indicações para a ampliação de leituras e maiores aprofundamentos.
Disponibilizamos aqui também um texto introdutório à elaboração trinitária feminista da também teóloga norte-americana Lyne Faber Lorenzen. Recomenda-se a leitura deste para depois passar ao de E. Johnson.
Texto introdutório de L. F. Lorenzen: lorenzentrindadefeminista
Texto de estudo de E. Johnson: elizabethjohnson

A teologia trinitária de Jurgen Moltmann

Uma das mais criativas e instigantes teologias do séc. XX é a produzida por Jurgen Moltmann. Na reflexão do teólogo alemão, a Doutrina Trinitária volta a ocupar um lugar central e articulador de toda a fé cristã.No arquivo em anexo, disponibilizamos uma introdução à Teologia Trinitária de Moltmann feita pela teólogo norte-americana Lynne Faber Lorenzen.

Clique no link a seguir e baixe o texto: lorenzenmoltmann

Trindade: experiência desintegrada

Toda vivência religiosa se fundamenta numa experiência de Deus. Dependendo de como experimentamos Deus, diferente vai ser nossa religião. Para o cristianismo, Deus se apresenta como a Trindade de Deus-pai, Deus-filho e Deus-espírito. É uma compreensão de Deus que não se identifica nem com o monoteísmo estritia (um só e uno Deus) nem com o politeísmo (muitos deuses). Na Trindade, a unidade de Deus (um só Deus) convive com a pluralidade na única realidade divina dada pelo fato de Deus, em si mesmo e na sua presença junto a nós e no mundo, ser pluriforme.
Na história do cristianismo, nem sempre foi fácil elaborar um discurso teológico que desse conta dessa realidade complexa de Deus. Muito menos fácil foi viver de acordo a essa realiade. Uma compreensão equivocada da realidade divina pode levar a formas desintegradas de vivência cristã. É o que nos chama atenção o texto de Leonardo Boff que apresentamos no anexo que segue.

boffexperienciadesintegradadatrindade